O último dia da tradicional Festa da Rapadura em Santa Cruz da Baixa Verde, no coração do Sertão pernambucano, foi marcado por recordes que entraram para a história do evento. A festividade, que tem como objetivo fomentar o cultivo e a venda da rapadura, principal fonte de emprego e renda da cidade, atraiu milhares de pessoas e consolidou-se como um dos mais importantes eventos culturais da região do Pajeú.

O ponto alto do encerramento da festa foi a quebra de recordes, iniciada com a cerimônia da quebra da pesagem e da rapadura, além do emblemático alfininho do Brasil. O município não apenas quebrou seu próprio recorde, mas estabeleceu patamares impressionantes.

A Maior Rapadura do Brasil, produzida durante o evento, alcançou a marca impressionante de 13.160 toneladas, uma conquista que não apenas enche de orgulho os habitantes locais, mas também coloca Santa Cruz da Baixa Verde no cenário nacional. Além disso, o alfininho, símbolo da tradição local, atingiu a marca de 173 quilos, garantindo um lugar no Ranking Brasil.

Luciano Cadari, representante do Ranking Brasil, entregou o troféu ao responsável pela produção do alfininho, Carlos Alberto, que expressou sua alegria pela conquista:

“Estou feliz demais. Passei quase uma semana para produzi-lo, com quase dez pessoas trabalhando comigo. Eu só tenho que agradecer a todos. Foi feito de verdade.”

O senhor Valdemir Adriano, que  produziu a Maior Rapadura do Brasil, destacou a importância da tradição e do esforço coletivo:

“É muito prazeroso poder fazer parte dessa linda história dos engenhos de Santa Cruz da Baixa Verde. Foram usadas mais de 100 toneladas de cana, com oito dias de serviço e 22 funcionários trabalhando incansavelmente.”

O prefeito da cidade, Irlando Parabólicas, agradeceu a todos os envolvidos na festa e destacou o título de produzir a maior rapadura do mundo:

“Esse título não é meu, é do povo de Santa Cruz. Agradeço a cada um de vocês que vieram nos prestigiar, aqui na capital mundial da Rapadura.”

Além das quebras de recordes, a Festa da Rapadura contou com a presença de grandes artistas, como Matheus Fernandes, Alcymar Monteiro, Solange Almeida, Kennedy Brasil, Vicente Nery, Cristiano Aboiador, Águida Souza, entre outros, que animaram o palco principal e encerraram a festividade com chave de ouro.

A Festa da Rapadura em Santa Cruz da Baixa Verde não apenas celebrou a tradição local, mas deixou um legado de recordes e alegria, consolidando-se como um dos eventos mais marcantes e importantes da região do Pajeú.

Por Júnior Campos